Um público superior a 20.000 pessoas no XIV RioHarpFestival fez do Rio, mais uma vez, a capital mundial das harpas.
04/06/2019 11:29 em Novidades

Um público superior a 20.000 pessoas  no XIV RioHarpFestival fez do Rio, mais uma vez,  a capital mundial das harpas. 

Realizando 100 concertos gratuitos com trinta e cinco músicos de 22 países e prestigiado pelas presenças dos Cônsules do Japão, Belgica, França, Portugal, Canadá, Peru e  incluindo importantes nomes e orquestras brasileiras de projetos sociais em espaços culturais e pontos turísticos do Rio de Janeiro

A iniciativa foi de Música no Museu, projeto de música clássica com 21 anos de atividades ininterruptas de janeiro a dezembro  no  Brasil, de norte a sul,  com uma versão  internacional,  e que por 14 anos dedica o mês de maio às harpas. Encerrando,  neste fim de semana no CCBB com a harpista da Suiça Julia Wacker tocando clássicos internacionais.

Mas o RioHarpFestival continua em junho  e desta vez em cidades de Portugal, Espanha, França, Belgica, Italia e, posteriormente, no Caribe e em New Orleans dando-lhe ampla repercussão internacional.Dito pelos próprios harpistas, o RioHarpFestival é hoje o maior festival de harpas do mundo.

COMENTÁRIOS